segunda-feira, 24 de maio de 2010

Viva, rapaziada,



Ora então temos já hoje o primeiro jogo de preparação para o mundial duma série de 3 todos contra equipas africanas, tendo em vista a partida, essa sim, a doer, com a Costa do Marfim, o primeiro adversário que nos vai sair no mundial.



O jogo é mais logo, às 19h30, frente a cabo verde e Queirós já anunciou qual a equipa que vai jogar:



Eduardo


Paulo Ferreira,


Ricardo Carvalho


Bruno Alves


Fábio Coentrão


Pedro Mendes


Deco


Miguel Veloso


Nani


Liedson


Ronaldo



Queirós diz que é por ordem de chegada e sendo assim, Duda, Meireles e Simão ficam no banco.


(mas atenção: Coentrão chega para Duda, Veloso para Meireles e Nani para Simão. Há muito equilíbrio de valores e a luta vai ser grande)


Quanto a Pepe, já treina com bola, não sei se joga alguns minutos hoje –acho que não – mas quando chegar a hora de entrar sai Pedro Mendes.


Em princípio é isso.



Portugal - Cabo Verde, 7 e meia da tarde,


Cabo verde com alguns jogadores conhecidos: Veiga, Vítor Moreno, Marco Soares, Lito, Semedo…


Mas também com dois jogadores que suscitam desde já a nossa atenção, e refiro-me a Nhambu e Babanco.



Nhambu e Babanco, duas grandes atracções do particular de logo à tarde, um jogo que o Presidente da Republica de Cabo Verde, Pedro Pires, espera que não dê goleada que é chato.



O presidente de Cabo Verde espera que os seus jogadores não tragam um cabaz mais logo, mas também há o reverso da medalha.



É que se a selecção não der um cabaz a cabo verde, o público, possivelmente, pensará em fazer aquilo que fez ainda ontem, no final do treino da selecção.




A malta assobiou Queirós com fartura e porquê?


Porque o maralhal esteve na bicha para os bilhetes para o treino desde as 8 da matina, aguentou a pé forme até à tarde e eles chegam lá, dão dois chutos e três cabeçadas, um meinho e toca para o duche.


A malta passou-se.



Recordo que já frente à china, em Coimbra, a selecção portuguesa foi violentamente assobiada pelos adeptos portugueses, que não se cansaram na segunda parte de puxar pela china – o que está mal, francamente mal – mas o problema é que a malta não perdoa nada a Queirós e à mínima coisa que não corra bem, a casa vai abaixo.

2 comentários:

Sérgio Loureiro disse...

(...)" um meinho e toca para o duche"
Qual meinho qual quê! Se tivesse havido meinho, o pessoal tinha animado com um ou outro toque de bola, mas não, nem meinho houve.
Eu estive lá, estive na bancada "mais quente", mais quente porquê?
1º Estava à torreira do sol.
2º Foi onde se ouviram as vozes de maior contestação por causa do treino de apenas 30 minutos.
Não fiquei chateado pelo facto do treino só ter 30 minutos, mas sim pelo facto de na hora do adeus, nenhum jogador ao abandonar o relvado teve o bom senso de acenar para a bancada onde eu estava, os que acenaram ao público só o fizeram para a bancada que estava mais próxima da saída para o túnel do balneário...essa mesma bancada que estava à sombra... é triste.
Tanto descontentamento à volta da selecção, totalmente o inverso do euro2004, se calhar desta vez chegamos à final e ganhamos, só para calar a voz dos adeptos mais inconformado… era bom era, o que vale é que ainda não se paga imposto por sonhar.
Força PORTUGAL, eu acredito.

Se eu podia ter ficado em casa a ver as imagens do treino de ontem na televisão?
Poder podia, mas não era a mesma coisa…

Atreides disse...

Hugo Almeida disse que se é para assobiar, não vale a pena irem vê-los. O que lhe fica francamente mal,isso sim! Porque se não fosse esta gente que adora os jogadores, ele não ganhava os balúrdios de massa nos clubes nem mesmo em prémios da Selecção, que bem vistas as coisas, são as pessoas - as que gostam e as que não gostam, somos todos! - que pagam!
O pessoal assobia e tem o direito de assobiar. Aliás, esta Selecção só dá é motivos para assobiadelas!