terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Primeiro o Braga


Braguinha.


Bragão…


Bragãozão.




O Braga foi ganhar ao Restelo, 3-1 ao Belenenses e não abana.


O Benfica e o Porto que se cuidem, que o Braga é mesmo uma equipa forte, já não há qualquer dúvida em relação a isso.



Jogo muito vivo, muito interessante, o Braga ficou a jogar com 10 ao quarto de hora, o Belém falhou um penalty, o Braga marcou em cima do intervalo e na segunda parte, mesmo com 10, chegou a 3-0.


E não se pense que o Belenenses (ultimo classificado do campeonato) jogou mal.


Nada disso.


Antes pelo contrario.


Fartou-se de falhar golos.


Eduardo, guarda-redes do Braga, foi o melhor em campo.


Mas o Braga esteve sempre muito organizado, muito sereno e tem classe, realmente.


E o domingos esteve muito bem no banco, lendo muito bem o jogo


Mas é igualmente verdade que o Belém teve um galo do caraças.



Toni, o treinador do Belenenses, de queixo caído (e se ele tem ali uma queixada de fazer inveja à própria Teresa Guilherme, caramba! – parece o Luís Euripo, um antigo herói de banda desenhada), lamentando a falta de sorte da sua equipa.



Do outro lado, Domingos destacou o insólito da expulsão de Mateus.


Realmente, foi caricato.



O Mateus deu uma arrochada no Yontcha, a bola continuou na posse do Belenenses, o Bruno Paixão não interrompeu (e bem) o jogo, a bola entra na área do Braga e o mesmíssimo Moisés faz falta outra vez, (o Braga diz que não) agora na área.



Penalty e expulsão.


O amigo Paixão mostrou-lhe dois cartões amarelos na mesma jogada.


Um pela cacetada ao Yontcha, que ele não puniu logo porque a jogada continuou, o outro pelo lance de penalty.


O Domingos nem queria acreditar.


É para o guiness, realmente. Dois cartões amarelos na mesma jogada para o mesmo jogador.


É caricato.


Mas está correcto.



O que é certo é que o Belém falhou o penalty e logo a seguir há mão e penalty na área do Belém e o arbitro não marca.


Caldo entornado.



Depois foi o que se viu.


O Belém em cima do Braga e o Braga a marcar.


À italiana.



Muito bem.



Braga no 2º lugar, a 1 ponto do Benfica e com menos um jogo.


A coisa promete.



O Belém afunda-se no último lugar e no sábado vai à Luz.

3 comentários:

Miguel disse...

Amigo José, foi o Moisés que foi expulso e não o Mateus!

Ricardo disse...

Pois eu li bem o Mateus, o Moisés...Belém... a terra onde Cristo nasceu (segundo um antigo jogador do Belenenses) portanto foi um jogo de proporções bíblicas...para acrescentar basta dizer que Braga é a cidade dos arcebispos.

Um jogo abençoado

Miguel de Vasconcellos disse...

Caramba... quando o seu colega que relatava o jogo na A1 disse que ao Belém acontecia tudo como ao pobrezinho da anedota, faltou dizer-lhe que o pobrezinho da anedota nunca ficou 2X na Liga principal por via administrativa...

...